Foup – Coleção Vintage

By

Estou com um projeto pessoal: fazer swatches pelo menos uma vez no mês. Queria começar por uma coleção importada metida mas… Desencanei e decidi fazer de uma coleção nacional.

Na verdade… O motivo foi outro: essa coleção tava fácil de achar e as minhas coleções importadas estão em outro canto. Sim: a preguiça falou mais alto.

Continuando.
Da mesma forma que o Angel, eu não sei como essa coleção da Foup parou aqui em casa. Só sei que parou.

Decidi fazer swatches em ordem alfabética e sim, tenho TOC.

  • Babi:

O Babi é um rosa danoninho que eu normalmente não compraria, mas já que está aqui e faz parte da coleção que não sei como brotou aqui em casa, tenho que usar. E ainda bem que usei.

Foup - Babi 1.JPG

Um sonho: que todos os rosa danoninho fossem assim. Eu JURO que ele não deu trabalho nenhum na hora de esmaltar.Usei duas camadas normais e foi maravilhoso na hora de dar acabamento, não escorreu, não empoçou… NADA. Tô começando a ver a Foup com bons olhos…

foup-babi-2

  • Carol:

O Carol é um verde água que também me surpreendeu. Como cor candy tem a fama de dar trabalho de esmaltar, pensei que ele seria um horror.

Foup - Carol 1.JPG

Mas quem disse? Foi incrível! Por pouco ele não cobre com uma única camada e de quebra ele não mancha e nem deixa tudo ao redor meio esbranquiçado. E nem escorreu/empoçou na hora de esmaltar.

foup-carol-3

  • Manu:

O Manu é o laranjinha da coleção. Nada contra laranjas, até simpatizo; mas assumo que é a cor que menos uso, e de quebra foi o esmalte que menos simpatizei. E minha falta de simpatia acabou sendo justificada

Foup - Manu 2.JPG

De todos que usei até agora, foi o que mais deu trabalho. O pincel estava todo torto, o que dificultou um pouco a esmaltação. A fórmula também não estava como os dois primeiros: precisei de três camadas para conseguir fechar a cor e mesmo assim sofri na terceira camada, já que o pincel continuava arrastando a camada de baixo sempre que pincelava. Mas a cor é fofa.

Foup - Manu 3.JPG

  • Muriel:

Por fim, eis o Muriel. Ele é o azul da coleção e logo de cara imaginei: vai ser o que mais eu vou simpatizar. Não por ser azul – tá, é por ser azul sim. Mas TAMBÉM por conta da fórmula, pois pensei que seria melhor que a fórmula do Manu.

Foup - Muriel 1.JPG

Dito e certo. Ok que ainda estou dividida entre ele e o Carol, mas acho que o Muriel ganhou meu coração. A fórmula é mais fluida, mas mesmo assim não empoçou ao redor da cutícula e nem deu trabalho na hora o acabamento.

Foup - Muriel 3.JPG


Toda a coleção possui pincel achatado, mas não sei dizer se é característica da marca ou dei sorte, já que tem várias empresas que não possuem um certo padrão na hora de envasar os esmaltes. Sim, estou falando de você, Realce.

Não sei como essa coleção apareceu aqui em casa, mas fico grata por ter brotado, já que certa forma, gostei dos que usei – apesar da leve decepção com o Manu. Infelizmente a coleção não é 3Free, mas bem que poderia né?

Vamos trabalhar nisso Foup.

Bolha-Gabs

 

Anúncios